Centro de Dança

O CENTRO de DANÇA de OEIRAS (CDO) nasceu da ideia da criação de uma Casa da Dança no nosso País. Trata-se, pois, de uma estrutura inovadora em Portugal, criada à semelhança das muitas que existem em diversas cidades europeias, com o estatuto de associação cultural sem fins lucrativos.

O CDO é um espaço de divulgação, ensino, criação e investigação na área da dança. As suas instalações - na ala norte do piso térreo do Palácio Ribamar, debaixo da Biblioteca Municipal de Algés - incluem um estúdio, para a leccionação das mais variadas técnicas de dança e apoio a grupos e companhias (em regime de residência temporária), uma zona de biblioteca - com possibilidades de leitura e pesquisa assistida, de visionamento de material videográfico, de audição de música de bailado e de acesso à Internet – e outra de arquivo, onde se encontra a mais completa e melhor colecção de documentos de dança portuguesa dos séculos XX e XXI. Às suas áreas principais - estúdio de dança, biblioteca e arquivo - foram dados os nomes de três grandes personalidades da dança portuguesa do século XX, respectivamente, Carlos Trincheiras, Margarida de Abreu e Águeda Sena.

 

CDO-015
entrada-cafe-danca-DSCF1144
entradaCDO-DSCF1266
entradaCDODSCF1145
entradaCDODSCF1146
entradaCDODSCF1147
entradaCDODSCF1270
est
nov-2010-037
ribamarDSCF1155
ribamarDSCF1159
O projecto do CDO, além das actividades acima mencionadas, passa também pela organização de oficinas coreográficas, exposições de pintura e fotografia de dança e de documentação diversa, cursos específicos de curta e longa duração, aulas para indivíduos com deficiência, organização de conferências didácticas e intercâmbio de âmbito nacional e internacional.

 

O “espaço Ribamar”, que funciona também como sede da Revista da Dança e do Núcleo de Pesquisa e Documentação de Dança, é uma estrutura aberta e flexível que pretende servir não só os moradores da zona e do concelho, como todos os que se interessam pela pesquisa e prática dos mais variados estilos de dança ou procuram, simplesmente, um espaço de lazer dentro da diversidade lúdica que, actualmente, a arte de Terspsicore nos pode oferecer.

Projectos como os espectáculos didácticos, “Ver a Música e Ouvir a Dança”, os cursos de danças tradicionais para alunos das escolas do ensino básico, “Da Escola à Dança”, e o ciclo “Dança ao Cair da Tarde”, no pátio do Palácio Ribamar, são outras actividades de sucesso do CDO.

 

Lista de Amigos do CDO

Alexandre Delgado

Maria João Duarte

Cândida Fonseca

Afonso Laginha

Isabel Arbués Moreira

Sílvia Nevsjinsky

Paula Pinto

Júlia Rocha

Pedro Romeiras

Ana Runkel

Adélia Tiago

Águeda Sena

Michael Wieben

Ana Rita Palmeirim

Alexandre Sousa

Bernardete Pessanha

Isabel Oliveira

Fundação Gulbenkian